segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Opinião| Review: “O Crepúsculo dos Elfos”, Jean-Louis Fetjaine


FICHA TÉCNICA
Título: O Crepúsculo dos Elfos 
Edição/reimpressão: 2001 
Páginas: 280 
Editor: Publicações Europa-América 
ISBN: 9789721049260 


SINOPSE 
Há muito, muito tempo, mesmo antes de Merlin e do rei Artur, o mundo não era mais do que uma floresta sombria de carvalhos e faias, povoado de elfos e de raças estranhas, cuja memória se perdeu nos nossos dias. 
Nesses tempos antigos, os elfos eram um povo poderoso e temido pelos homens, seres cheios de graça de pele azulada, que sabiam ainda dominar as forças obscuras da Natureza. 
Este livro é uma narração das suas derradeiras horas, depois do encontro do cavaleiro Uter e de Lliane, rainha dos elfos, cuja beleza fascinava todos os que dela se aproximavam. A história de uma traição e da queda de todo um mundo, há muito esquecido, de um combate desesperado e de um amor impossível. 
Numa Idade Média onde o maravilhoso ladeia a violência e a crueldade, este romance fabuloso, alimentado por uma imaginação inesgotável e um profundo conhecimento do mundo medieval, estabelece uma ligação entre o universo das lendas célticas, a fantasia e o ciclo arturiano. 

OPINIÃO 
Em primeiro lugar, quero indicar que este foi um livro que me chegou por intermédio da minha parceria que tenho com as Publicações Europa-América. No entanto, esta é a minha opinião sincera e imparcial, critérios pelos quais sempre me pautei. 
Então, terminei a leitura de “O Crepúsculo dos Elfos” a 19 de fevereiro de 2013; dou-lhe quatro estrelas, embora tenha hesitado em dar três. Acabei por pender para as quatro pela qualidade do trabalho de Jean-Louis Fetjaine. 
À semelhança dos outros volumes, o autor saiu-se muito bem. Adoro a linguagem que utiliza, o cuidado com que mistura vocábulos mais cuidados com outros típicos da oralidade e a maneira como a história flui. 
Neste volume continuamos a acompanhar a rainha dos altos-elfos. Terminada a guerra contra o Inominável, os homens parecem não estar interessados numa paz, que é de vidro – e eles estão prestes a parti-lo. Achei que a história de Lliane continua de modo interessante e continuou curiosa por saber o que vem a seguir, principalmente agora que Merlin se fez anunciar e Morgana foi concebida. 
Oscilei entre três e quatro estrelas, simplesmente porque demorei quase dois meses a ler este livro e, às vezes, perdia o fio à meada e a motivação. A culpa é minha, bem o sei, mas conjugar o tempo para trabalhar, tratar da casa, ir ao ginásio e tratar do meu próprio livro… bem, o dia não tem horas suficientes para que consiga fazer tudo, algo fica para trás. A sacrificada tem sido a leitura, mas vou tentar mudar isso. Quanto a Lliane, cá fico à espera de saber o resto da sua história. 


BLURB 
A long, long time, even before Merlin and King Arthur, the world was no more than a shadowy forest of oaks and beeches, populated by elves and weird races, whose memory has been lost today. 
In those ancient times, the elves were a strong people and feared by men, graceful blue-skinned beings, who could still dominate the dark forces of Nature. 
This book is a narration of their last hours, after the Knight Uter meeting Lliane, Queen of the Elves, whose beauty fascinated all who approached her. This is the story of the betrayal and fall of an entire world, long forgotten, a desperate battle and an impossible love. 
In the Middle Age where the wonderful lines the violence and cruelty, this fabulous romance, fueled by an inexhaustible imagination and a deep knowledge of the medieval world, establishes a link between the world of Celtic legends, fantasy and the Arthurian cycle. 


REVIEW 
Firstly, I want to indicate that I got this book through my partnership with the European-American Publications. However, this is my honest and impartial opinion, criteria which I always follow. 
So, I finished reading "The Twilight of the Elves" at February 19, 2013; I rate it four stars, although it hesitated to rate it three. I eventually went for four by the quality of the work of Jean-Louis Fetjaine. 
Like the other volumes, the author did very well. I love the language he uses, the careful blending of formal language with words more typical of orality, and the way the story flows. 
In this volume, we continue to monitor the queen of the high elves. After the war against the Nameless, men do not seem to be interested in peace made of glass, which they're about to break. I thought that Lliane’s story continues in an interesting way and I’m still curious to know what comes next, especially now that Merlin announced himself and Morgana has been conceived. 
I wavered between rating three and four stars, simply because it took me almost two months to read this book and sometimes I lost the thread and motivation. It's my fault, I know, but the time to combine work, housekeeping, going to the gym and taking care of my own book... well, the day hasn’t got enough hours to do everything, and something gets left behind. The sacrificed one has been the reading, but I'll try to change that. As for Lliane, I’ll be waiting to hear the rest of her story. 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Livros&Blogues| Books&Blogs




Nome: Floresta de Livros
Administradora: Ana Nunes



ENTREVISTA COM A ANA

OLÁ! QUANDO NASCEU O TEU BLOGUE?
O Floresta de Livros foi criado em dezembro de 2009 e desde então tenho-o atualizado frequentemente, ou tão frequentemente quanto posso.

QUE RAZÕES TE LEVARAM A CRIÁ-LO?
O blogue nasceu da minha necessidade de separar o que escrevia, do que lia. Antes disso tinha tudo num só blogue (Caneta, Papel e Lápis), mas quando comecei a ler com mais frequência e a comentar mais que um livro por semana, achei que era tempo de criar um cantinho à parte para as minhas leituras.

O QUE PODEM OS VISITANTES ENCONTRAR NO BLOGUE?
Opiniões literárias, imparciais e fundamentadas, informação sobre os autores que leio, divulgação de livros de autores portugueses, rubricas sobre as adaptações de livros ao cinema e TV, entre outras coisas. Além disso, há uma diversidade de títulos e géneros que me agrada muito. Leio em português e inglês; romances e BD; livros, ebooks e audiolivros. Diversidade não falta.

QUE BALANÇO FAZES DESDE QUE CRIASTE ESTE ESPAÇO ATÉ HOJE?
Criei o blogue como um depósito das minhas opiniões, não o fiz para chegar a um público vasto, ou para ter livros de graça, por isso o que queria era entreter-me e é isso que tenho feito desde 2009. Não tenho tantos seguidores como outros blogues, mas tenho orgulho nos que consegui reunir, tendo em conta que o Floresta de Livros, até hoje, só teve dois passatempos, quase nunca tem publicidade e praticamente se alicerça somente nas minhas opiniões muito unilaterais. Só tenho razão por estar contente com as pessoas que me seguem e comentam.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES QUE ENCONTRASTE ENQUANTO BLOGGER?
Enquanto blogger não posso dizer que tenha grandes dificuldades. Nunca tive problemas com leitores, autores ou editores. Como não costumo fazer opiniões incendiárias, não produzo grandes controvérsias, mas para mim é mesmo melhor assim. Dou opiniões sinceras, não odiosas, mesmo quando o livro não me agrada. Nunca bajulei um livro que não gostasse, mas sempre fundamento as minhas opiniões (ou tento) e acho que é mesmo isso que as pessoas gostam de ver no blogue. Daí que nunca tinha tido grandes problemas.

QUAL A MAIOR ALEGRIA QUE O TEU BLOGUE TE DEU?
Os leitores, como não podia deixar de ser. Ver os comentários de pessoas que reconhecemos da internet, trocar impressões com novos leitores, ou o melhor: quando alguém diz que gostou tanto da minha opinião, que vai ler o livro. Partilhar o amor pelo livro, é a maior alegria de todas; quer o livro seja em papel, digital ou em cd. O que interessa é o conteúdo! Ah, e claro, não me podia esquecer que foi graças ao blogue que fui convidada para fazer parte do Clube de Leitura de Braga da Bertrand, algo de que tenho o maior gosto em fazer parte.


P3: A moda da escrita por encomenda



«A moda da escrita por encomenda

Isabela Sousa escreve contos, histórias de vida e de amor. Tudo à medida do cliente. Escrever por encomenda é uma oportunidade de trabalho cada vez mais explorada

Texto de Ana Duarte • 23/02/2013 - 20:08

Escrever por encomenda é uma oportunidade de trabalho cada vez mais explorada. Enquanto Daniela Costa escreve biografias a pedido dos clientes, Marta Ramos elabora declarações de amor e frases para acompanhar flores. Isabela de Sousa, por sua vez, criou o Projecto Cyrano e escreve obras literárias por encomenda.
Isabela Sousa, 36 anos, foi jornalista durante dez. Esteve cinco anos no "Comércio do Porto" e outros cinco no "Jornal de Notícias", no Porto. Em 2010, deixou o jornalismo “por opção” e de forma “impulsiva” para criar o Projecto Cyrano. Trata-se de um “banco de memórias pioneiro” que tem como objectivo imortalizar a história de quem o inspira.
O Cyrano surge para dar um novo produto literário às pessoas, ou seja, “dar ao público coisas escritas que de outra foram não teriam”. Há contos para idosos, para crianças, histórias de vida e de amor, "photobooks" e até livros áudio. Tudo isto faz parte do repertório deste projecto literário.
Isabela admite que são os contos o seu género de eleição. “Nas histórias tenho de receber dados e entrevistar as pessoas, os contos já me permitem alguma criatividade”, afirmou.
O projecto Cyrano é feito através de parcerias. Conta com uma ilustradora, Rita Correia, e uma jornalista da TSF, Liliana Costa, que colabora nos livros áudio.
Os preços são muito variáveis mas, de acordo com a autora, uma pequena história de amor custa cerca de 160 euros. Para já, o projecto tem corrido bem, conta Isabela ao P3. “Todas as pessoas querem ter livros com a sua história, é um conceito que agrada a todos; só falta o poder de compra.” »

Fonte: 


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Passatempo "Perdidos"


Yep, embora o título fale de um passatempo para o meu livro "Perdidos", não sou eu que o estou a promover, apenas estou a partilhar. Quem se quiser habilitar a ganhar um exemplar deste livro só tem de ir a http://livrosnasestrelas.blogspot.pt/2013/02/1-passatempo-perdidos-de-rute-canhoto.html e responder às perguntas. O passatempo termina às 23h59 de 3 de março. Boa sorte ;-)


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Perdidos - Book trailer


Bem, não é uma obra de arte, mas é o que se consegue fazer com o pouco tempo e os parcos recursos disponíveis. Espero que gostem desta espécie de "book trailer" do meu livro "Perdidos" ;-)

* NOTA: Não me posso esquecer de deixar aqui um agradecimento à minha irmã, pois está sempre disponível para me ajudar nas minhas 'maluquices', sejam elas fotografias ou filmagens =P



video

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Opinião da Dalila

A Dalila já leu "Perdidos" e escreveu a sua opinião no Goodreads.
Dalila, em primeiro lugar, obrigado por teres ligo a história. Agradeço também a classificação e adianto que tomei nota das coisas que disseste ;-)



«Dalila rated it
Há muitos motivos por ter gostado deste livro e um deles foi por ser português e do meu género de eleição.
Ao longo do livro é nos dado a conhecer várias personagens e todas elas têm uma personalidade definida, o que aprecio bastante, pois mesmo que nos diálogos não houvesse indicação de quem dizia o quê, creio que seria fácil de identificar o autor de tais palavras.
Por vezes, tive a sensação de uma parte ou outra serem bastante semelhantes a "Crepúsculo" ou até mesmo a "Hush Hush". Com isto não quero dizer que seja uma cópia ou algo do género. Não, há originalidade e, apesar de se notar uma parecença ou outra, não é nada de mais.
A personagem Joshua, inicialmente, fez-me lembrar o Jacob e, à medida que a história evoluiu, passou a parecer-me um stalker. Sinceramente, ainda estou a pensar se será uma personagem que trará problemas ou não. Quanto à Marina, identifiquei-me com ela em alguns aspectos e apreciei imenso, pois mostra que não é uma personagem bizarra, que nada parece ter de verdadeiro. No entanto, esta personagem revela-se um pouco obcecada, a meu ver. Desde o momento em que conheceu o Lucas, ele passou a ser o centro da vida dela, num piscar de olhos. É exagerado. Sim, ela podia pensar nele, mas não constantemente (uma semelhança com a Bella Swan)...
Voltando à personagem Joshua: se ele veio do estrangeiro, porque não há uso de estrangeirismos? Sim, é dito que ele sabe falar bem português, todavia, com o hábito de falar outra língua, por vezes poderia surgir uma expressão estrangeira.
Há uma parte específica do livro que parece estar a mais. Refiro-me àquela mais para o final, quando surge a irmã da Marina e o pai dela. Pareceu-me estranho ver aquilo ali; soou-me como algo... fora de contexto? Não sou capaz de explicar devidamente, contudo, se fosse eu eliminaria essa parte.
Colocando a história de parte e avaliando o modo como está escrito, penso que não há muito a dizer. O vocabulário é acessível, nada infantil; a linguagem dos jovens parece mesmo de jovens, não como em alguns livros que se vêem por aí, que mais parece que são adultos a falar e eu penso "não é suposto serem adolescentes?"; a narração não é maçadora e explica bem os factos; a descrição e o diálogo estão equilibrados.
Ah! E creio que a melhor amiga da Marina devesse ter um papel mais importante. É provável que vá ganhar destaque na continuação, porém, neste volume pareceu-me apenas uma mera personagem, que está ali para encher.
As minhas partes preferida foram, sem dúvida, a aula de canoagem e a de desenho, e espero encontrar mais partes assim na continuação, que aguarei com ânsia! Escusado será dizer que recomendo, certo?»

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Livros&Blogues| Books&Blogs



Nome: Voyage
Administradora: Susana Serra


ENTREVISTA COM A SUSANA

OLÁ! QUANDO NASCEU O TEU BLOGUE?
O meu blogue nasceu algures em novembro de 2011. Era uma ideia que vinha a nascer desde há uns meses, mas só naquela altura surgiu o tempo para me dedicar ao "Voyage".

QUE RAZÕES TE LEVARAM A CRIÁ-LO?
Desde muito nova que leio e "a leitura" é um dos meus temas de conversa favoritos. Uma das minhas amigas tinha já criado um blogue e dei por mim interessada na forma como essas conversas se expandem no ciberespaço. Foi assim que criei o meu humilde "Voyage", que assenta na ideia de que cada livro é o passaporte para uma viagem.

O QUE PODEM OS VISITANTES ENCONTRAR NO BLOGUE?
Os visitantes podem encontrar as minhas opiniões do que vou lendo, e uma ou outra sugestão de leitura, por agora.

QUE BALANÇO FAZES DESDE QUE CRIASTE ESTE ESPAÇO ATÉ HOJE?
Durante este ano o blogue manteve-se pequeno, mas a leitura ficou mais regular. Deixei de ter coragem para colocar um livro de lado - a não ser que me aborreça realmente.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES QUE ENCONTRASTE ENQUANTO BLOGGER?
Enquanto blogger, tenho tido dificuldade em colocar certas ideias em prática. Por vezes, até em escrever. Parece demasiado simples.

QUAL A MAIOR ALEGRIA QUE O TEU BLOGUE TE DEU?
O feedback! É fantástico quando sabemos que a nossa sugestão é bem-vinda e vejo um comentário do género "já que o sugeriste, vou começar ler".

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Marcador de Livros

Bem, sei que não é inovador, mas resolvi criar um marcador de livros alusivo ao meu "Perdidos", que está disponível desde a apresentação feita na Biblioteca de Alcácer. Quem me encomendar o livro a partir de agora, receberá igualmente um marcador ;-)




segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Para quem perdeu...


...aqui está um vídeo com a apresentação do meu livro "Perdidos", que teve lugar na Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal, no dia 2 de fevereiro, pelas 16h30. O segundo vídeo é a minha entrevista ao programa da RTP 1 "Praça da Alegria", no dia 7 de fevereiro. Espero que gostem =)


video


video

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Livros&Blogues| Books&Blogs



Nome: Abracadabra 
Administrador: Carlos Silva


ENTREVISTA COM O CARLOS

OI! QUANDO CRIASTE O TEU BLOGUE E O QUE TE MOTIVOU A FAZÊ-LO?
Criei o Abracadabra em outubro de 2011, como parte integrante de uma página de autor onde pudesse reunir toda a informação sobre o que escrevo. Rapidamente o blogue ganhou outras funções, bem mais diversificadas. Se no início era uma coisa mais para os amigos, agora é algo destinado a toda a comunidade de leitores.

FALA-NOS UM POUCO SOBRE O TEU BLOGUE.
É um blogue generalista (fala de cinema, ciência, curiosidades, opiniões) com uma forte tendência para a literatura, especialmente ficção especulativa. Se antes quase me resumia a apresentar factos que ia encontrado pela internet, agora, progressivamente, tenho estado a tentar acrescentar valor aos posts ao discutir e apresentar a minha opinião. Em dezembro, para aproveitar o lançamento de dois livros com contos meus, decidi fazer alguns passatempos de oferta de exemplares dessas mesmas obras. Não tenho por hábito fazer críticas a livros, embora tenha descoberto que era algo que os leitores gostariam de ver no blogue. Talvez seja algo a começar no futuro. No entanto, se o fizesse, gostaria de arranjar um formato “fora da caixa”. É algo a pensar.

RELATIVAMENTE AOS OBJETIVOS QUE ESTABELECESTE PARA O TEU BLOGUE, O QUE APONTARIAS COMO MAIS FÁCIL E MAIS DIFÍCIL DE CONCRETIZAR?
O mais fácil: postar. O mais difícil: postar algo de qualidade e de interesse, numa base periódica.

QUE FEEDBACK TENS TIDO DO TEU TRABALHO NO BLOGUE POR PARTE DOS INTERNAUTAS, E ATÉ DOS PRÓPRIOS AUTORES E EDITORAS?
Tem sido bom da parte dos leitores (conto com alguns fiéis, o que me deixa muito contente). Da parte dos autores e editora, não tanto, pois não tenho o formato de “blogue de críticas literárias com parcerias com editoras”. No entanto, estou sempre aberto a sugestões e se houver por aí algum autor/editora que queira fazer alguma colaboração, venha daí a proposta!

QUE ASPIRAÇÕES TENS PARA O TEU BLOGUE EM RELAÇÃO AO FUTURO?
Espero conseguir cativar mais leitores (talvez chegar aos mil?), daí ter feito uma página do Facebook onde as pessoas podem seguir o blogue, assim como alguns comentários mais curtos a coisas avulso. Gostava ainda de ter mais interação com os leitores, através de comentários, sugestões, etc… Enfim, fazer do blogue uma referência no microcosmos dos blogues de literatura.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Resultado do passatempo "O Beijo dos Elfos"



Eu sei, eu sei... não tenho vindo ao blogue com a devida frequência, mas a verdade é que o trabalho me mantém ocupada imensas horas, inclusive quando estou em casa, por isso o blogue tem de esperar...

De qualquer modo, já foi apurado o vencedor do passatempo "O Beijo dos Elfos". E quem vai receber o exemplar do livro de Aprilynne Pike é... a Catarina Passão, de Vila Real!!!


Obrigado a todos os que participaram! Em breve farei novo passatempo, mas para o segundo volume da série ;-)




quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Praça da Alegria

Olá!

Sei que ainda não divulguei o resultado do passatempo "O Beijo dos Elfos", pois não tenho tido tempo para vir à net. Prometo que tratarei disso ainda esta semana, ok?

Mudando de assunto... Amanhã (5ª feira, dia 7) não percam o programa "Praça da Alegria", na RTP1, entre as 10h e as 13h. O concelho de Alcácer vai estar em destaque e eu vou ser entrevistada a propósito do meu livro "Perdidos" ;-D Estou contente, lol!


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Divulgação Presença


Livros&Blogues| Books&Blogs



Nome: Ler Por Gosto Não Cansa 
Administradora: Inês Santos



ENTREVISTA COM A INÊS

OI! QUANDO CRIASTE O TEU BLOGUE E O QUE TE MOTIVOU A FAZÊ-LO?
O Ler Por Gosto Não Cansa foi criado quando me apercebi que queria algo só meu. Nasceu no dia 24 de Maio.

FALA-NOS UM POUCO SOBRE O TEU BLOGUE.
Neste momento, o LPGNC já não é único nem o meu bebé. D qualquer forma, todos os meus blogues (incluindo este, claro) estarão sempre no meu coração. O LPGNC é um blogue literário, onde, quem o visita, pode encontrar opiniões literárias, novidades, curiosidades, como capas semelhantes, etc... É um blogue animado, espero eu.

RELATIVAMENTE AOS OBJETIVOS QUE ESTABELECESTE PARA O TEU BLOGUE, O QUE APONTARIAS COMO MAIS FÁCIL E MAIS DIFÍCIL DE CONCRETIZAR?
Hum… O mais difícil é, sem dúvida, mantê-lo atualizado e dinâmico. É muito difícil mantermo-nos sempre no Presente e sabermos todas as novidades.
O mais fácil? É gostar dele e do que lá faço. É sempre um prazer.

QUE FEEDBACK TENS TIDO DO TEU TRABALHO NO BLOGUE POR PARTE DOS INTERNAUTAS, E ATÉ DOS PRÓPRIOS AUTORES E EDITORAS?
Dos autores já tive mais, mas, sinceramente, ainda bem, porque acompanhar um autor, apoiá-lo, etc, é muita responsabilidade. De qualquer forma, sei que tenho o apoio do Vasco Ricardo. Das editoras, só tenho o que peço, mas é sempre bom ver as nossas opiniões nos sites delas. O pessoal das nets, ou internautas como dizes, são os que mais apoio me dão. Tenho as minhas seguidoras e/ou comentadoras mais fiéis que me fazem sentir que não estou a falar só para mim ou para o boneco.

QUE ASPIRAÇÕES TENS PARA O TEU BLOGUE EM RELAÇÃO AO FUTURO?
Que se mantenha assim como está.